NOVIDADES

SUMMIT AGRIHUB 18/04/2018 18:07

União está entre as soluções para acelerar as inovações no campo

Longa e produtiva foi a conversa durante o painel “Como acelerar a chegada das inovações no campo - a perspectiva da extensão rural”, que aconteceu na manhã desta quarta-feira (18.04), no evento Summit AgriHub. Apresentar os problemas dos produtores e levá-los para as universidades e pesquisadores buscarem soluções estratégicas é uma das propostas do projeto e que pode contribuir para acelerar as inovações no campo. Parceria e união dos produtores, pesquisadores, instituições de ensino e iniciativas pública e privada também fizeram parte da pauta.

 

O engenheiro agrícola, doutor em agronomia pela Unem e coordenador do Centro de Geoprocessamento e Sensoriamento Remoto Aplicada à Produção de Biodiesel (Cetegeo), da Unemat de Tangará da Serra, Rivanildo Dallacorte, admite que a academia é muito boa para fazer pesquisa. “Mas não somos bons em levar as soluções para os produtores. Chegou a hora de unir forças para acelerar a chegada da tecnologia no campo. Precisamos pesquisar o que o produtor precisa para solucionar seu problema. Só assim conseguiremos aumentar, melhorar a produção e, consequentemente, a rentabilidade”.

 

Conhecimento também foi pauta deste painel. O engenheiro agrônomo, doutor em engenharia agrícola da Universidade de Campinas (Unicamp – SP) e professor da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), João Carlos Souza Maia, chamou o público para uma reflexão: “Nós precisamos de profissionais qualificados, mas não apenas para apertar botões. Eles precisam ter conhecimento e pensar em soluções e também saber operar e utilizar 100% do que o equipamento agrícola oferece”.

 

Maia garante que as máquinas não vão gerar desemprego no campo. “Muito pelo contrário. Elas farão o trabalho braçal. O homem vai ter a função de conhecer bem o setor e pensar nas soluções. É uma mudança cultural, mas isso faz parte do caminho que nos ajudará a levar a inovação para o campo”.

 

O engenheiro mecânico, especializado em Tecnologia Nuclear pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e coordenador de laboratórios do DAEE do Instituto Federal de Mato Grosso (IFMT), Valentino Gomes Correa, apresentou várias ideias que estão sendo desenvolvidas dentro da instituição. “Temos projetos que estão indo para a fábrica e diversos outros que já estão sendo utilizados na lavoura”.

 

Ele acrescenta ainda que o sucesso de tantas conquistas é a forma como as pesquisas são feitas. “Vamos em busca dos problemas e juntos com os produtores e a iniciativa privada buscamos as soluções. Encontrar esse caminho não é uma tarefa fácil, mas aos poucos estamos cumprindo a missão de levar a inovação tecnológica para o campo”.

 

Como mediador do painel, o superintendente do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural de Mato Grosso (SENAR-MT), Otávio Celidonio, falou sobre o AgriHub que tem como objetivo conectar os produtores e seus problemas à academia que pode encontrar as soluções. “Além disso, temos o papel de facilitar as parcerias que são primordiais para o sucesso de qualquer projeto. O nosso grande problema no SENAR-MT, que tem o papel de capacitar e qualificar mão de obra, é que a demanda é imensamente maior do que temos condições de atender. Por isso, a parceria é importante. Quando nos unimos nos tornamos mais fortes e conseguimos solucionar mais problemas”.

 

Com a presença de profissionais de todos os setores, a discussão no painel gerou resultados bastante produtivos. Até parcerias e proposta de unir forças e juntar projetos que têm objetivos parecidos surgiram ao longo da discussão. “Saio daqui otimista e muito animado. Participar deste evento me fez ver que não estou sozinho nas minhas lutas”, frisa o produtor rural Ananias Souza Soares.

 

Programa AgriHub - É uma iniciativa da Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso (Famato), Serviço Nacional de Aprendizagem Rural de Mato Grosso (Senar-MT) e Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea).

 

Tem o objetivo de ser a ponte que liga a tecnologia ao campo. Além disso, busca contribuir para aumentar a renda dos produtores rurais usando o mínimo de recursos e para o desenvolvimento sustentável da produção agrícola e pecuária por meio da inovação tecnológica.

 

Informações sobre o projeto e o evento, acesse: agrihub.org.br.

 

Fonte: Ascom Senar-MT


Veja também sobre Agrihub summit
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo