NOVIDADES

01/07/2019 08:21

Sete startups francesas mostram soluções tecnológicas para produtores mato-grossenses

Famato, Senar-MT e Imea, por meio do AgriHub, receberam na última sexta-feira (28.06) uma comitiva de representantes de sete startups francesas que estão atentas ao mercado brasileiro do agronegócio. O objetivo do encontro foi a busca de um contato mais próximo com a agricultura brasileira, clientes potenciais e parcerias. Mato Grosso foi o único estado fora do eixo Rio/São Paulo visitado pela comitiva.

Em Cuiabá-MT, o evento teve o apoio do AgriHub - projeto da Famato, Senar-MT e Imea que surgiu da necessidade de conectar produtores rurais às tecnologias desenvolvidas para o agronegócio. Tanto os franceses quantos os produtores brasileiros consideraram os resultados do encontro produtivos.

 

Liderados pela Aceleradora Agtech da Business France - AgriNest, os franceses participaram de várias palestras feitas pelos técnicos do Sistema Famato. Além disso, tiveram a oportunidade de mostrar as soluções tecnológicas para um grupo de produtores mato-grossenses. “Identificamos diversas possibilidades de trazermos algumas das tecnologias que mostramos para Mato Grosso”, ressaltou a diretora de agronegócio da AgriNest, Claire Meignié.

 

Segundo Claire, foi feita uma seleção para escolher as startups que viriam ao Brasil. De 40 inscritas, sete foram selecionadas. Um dos critérios foi verificar o modelo de negócio que pudesse funcionar no Brasil. "As escolhas foram feitas por um grupo de jurados com integrantes brasileiros. Além disso, conversamos muito com todos os inscritos para termos a certeza de que as soluções tecnológicas eram adaptáveis ao Brasil".

 

O gerente comercial do Departamento Agrícola da Business France, Jammer Cavalcanti acrescentou que o trabalho feito em Mato Grosso foi um dos mais produtivos para a comitiva. "As conversas com produtores foram focadas e os resultados excelentes".

 

O grupo de produtores que teve a oportunidade de conhecer as tecnologias ficou bastante satisfeito com o que viu. Para o produtor rural de Nova Mutum Rafael Kümmel, as tecnologias apresentadas pelas startups francesas são interessantes e podem ser adaptadas para Mato Grosso.

 

Sobre os softwares mostrados, Kümmel disse que no Brasil já existem tecnologias semelhantes, mas a novidade é que o software apresentado pelos franceses é adaptável para todas as máquinas. "Outra coisa que me chamou a atenção foi a solução para substituir o químico por um custo menor. Eu acho que vale a pena investir nisso e testar".

 

A gestora de processo do grupo Morena, Vanessa Chiamulera, acrescenta que, além de conhecer as novidades tecnológicas do grupo de franceses, o networking foi muito importante. "É claro que há muitas diferenças entre Mato Grosso e a França, mas todas as tecnologias apresentadas pelos franceses têm possibilidade de adaptação para o nosso Estado".

 

O diretor executivo da Associação de Criadores de Suínos de Mato Grosso (Acrismat), Custódio Rodrigues, elogiou a iniciativa do encontro. "É muito importante essa busca de alternativa de inovações para o agronegócio. Vimos possibilidade de testar uma das tecnologias. Nós da Acrismat vamos entrar em contato com os criadores de suíno para verificar quem tem interesse em fazer os testes".

 

Startups que participaram do encontro:

 

MyEasyFarm - possui uma plataforma FMIS para troca de dados entre equipamentos agrícolas e diferentes fontes de dados como sensores, satélites, OAD e outros equipamentos (www.myeasyfarm.com).

 

Beta Digitis - apresentou um aplicativo de compartilhamento de experiências agronômicas entre os agricultores (www.betadigitis.com).

 

Carbon Bee - mostrou uma solução para a gestão do controle de daninhas em tempo real ou planejado. É um equipamento móvel de monitoramento por meio de câmera hiperespectral com deep learning (www.carbonbee.fr).

 

Biovitis - o produto apresentado é um bioestimulante agrícola a base de microorganismos complementares ou substitutos aos fertilizantes e produtos fitossanitários (https://laboratoires-biovitis.fr).

 

Copeeks - a tecnologia apresentada pela Copeeks é uma estação de monitoramento personalizável, podendo receber até 50 sensores e câmeras, sendo uma solução integradora dos dispositivos da agricultura de precisão (https://copeeks.fr/fr).

 

Kapsera - apresentou um processo de encapsulação patenteado para a criação de capsulas capazes de melhorar a performance e a estabilidade dos bioinsumos no campo (www.kapsera.com).

 

Smag - mostrou softwares agrícolas destinados à gestão de fazendas e a rastreabilidade da produção (www.smag.tech).


Fonte: Ascom Senar-MT


versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo